Personal tools
User menu

Tutorial: Signal Processing/pt

From Visual3D Wiki Documentation

Jump to: navigation, search

Contents

O objetivo desse tutorial é <<> fornecer uma visão geral do processamento de sinais em Visual3D.</<>


funcionalidade de varios processamento de sinais está disponível por meio do C<mmand Pipeline< por isso é aconselhável que você esteja familiarizado com o material anterior [[Tutorl: Command Pipeline. The]]ile [http:/[www.c-motion.com/download/examples/Tutorial2.cmo Tutorial2.cmo], que foi gerado no [[Tutorl: Visualizing Data, e q]] pode ser usado como material de partida aqui.

===Pr

ção

  1. Abrir o
Tutorial2.cmo que você acabou de baixar.
  1. Clicar e
Signal and Event Processing para visualizar o movimento do modelo baseado nos dados de movimento que você aplicou o modelo. Se a animação não aparecer no visor de animação em 3D, checar a caixa de combinação dos arquivos ativos na barra de ferramenta. Você deve ler  ’Walking Trial 1.c3d’ ao invés de  ALL-FILES
  1. Se a animação não func

onar, clicar no botão PLAY no controle de botões do VCR na parte inferior da tela.

  1. Existem várias opções de vi

ualização da Animação para o espectador disponíveis no item View menu ou clicando com o botão direito do mouse em Animation Viewer. Você deve brincar com estas opções para ver os efeitos que têm, a maioria dos efeitos são intuitivamente óbvios.

Filosofia do Visual3D

Quando um arqu

=== carregado C3d os dados ão copiados para a área de trabalho do Visual3D. Visual3D segue uma filosofia em que 'os dados originais são sacrossantos. Você deve definitivamente verificar a página Visual3D Filosofia, mas vamos analisar alguns [[ntos-chave aqui.

]]estatus sacrossanto dos seus dados originais s

nifica que os dados originais nunca devem ser alterados ou modificados. Por conseguinte, todo o processamento executado em sinais cria um novo sinal, cuja 'história de processamento' é armazenado como uma propriedade do sinal de novo. Isso protege o pesquisador de ficar perdido, pois permite identificar o que foi processado e permite reproduzir a análise a qualquer momento. Os sinais originais são armazenadas em uma pasta chamada ORIGINAL. Se um sinal é processado com um comando que atua apenas neste sinal (por exemplo, um filtro digital), o resultado é colocado em uma pasta rotulada PROCESSED. Se o sinal original é processada de novo, o sinal existente processado é substituído com a mais recente versão. Se o usuário deseja manter esta pasta PROCESSED ​​com a intenção de ter várias versões de um sinal de persistência (por exemplo, posição, velocidade e aceleração), a pasta PROCESSED pode ser renomeado; esta pasta renomeada irá persistir (por exemplo, os sinais não serão substituídos automaticamente).

Você precisa estar ciente de qualquer pré-processamento feito por sua câmera

u pelo fabricante do equipamento analógico. Alguns fornecedores interpolam ou filtram os dados antes de criar um arquivo de saída, talvez a fim de tornar seus resultados melhores, ou seja, razões comerciais. No C-Motion, acreditamos que esta prática tem efeitos potencialmente prejudiciais sobre os resultados da avaliação clínica e / ou pesquisa. Deficiências físicas e problemas do paciente podem ser completamente escondidos ou minimizado desta maneira. Os pesquisadores que utilizam esses sistemas não serão capazes de criar resultados reprodutíveis, sem documentar completamente as hipóteses de pré-processamento, algoritmos e resultados antes de qualquer análise. Sinta-se livre para entrar em contato C-Motion se você está inseguro como seu sistema gera e fornece seus dados. Em muitos casos, o pré-processamento dos dados por ser desativado.

Ser cauteloso em suposições não comprovadas é também porque defendemos a captura de dados d form

mais "prima" possível. Por exemplo, se tudo o que temos for pré-computados os dados de reação do solo à partir de uma plataforma de força como entrada, temos que fazer a suposição (possivelmente injustificada) que todas as propriedades da placa de força, calibrações e processamento estavam perfeitos, pois não há como validar os dados. Na concepção do Visual3D, e em nossas tentativas de melhorá-lo progressivamente ao longo do tempo, tentamos tornar o trabalho com os dados "raw" de entrada o mais simples possível, a fim de incentivá-lo a fazê-lo.

Fomos desafiados nessa noção dos "RAW" dados porque Visual3D na verdade não trabalha com as imagens de vídeo, mas sim com

s trajetórias processados em ​​3D à partir de outro programa. Nós aceitamos essa limitação, mas apontamos que a maioria dos fabricantes colocam a calibração e os parâmetros de rastreamento no arquivo C3D.

Sinais Básicos de Processamento

Vários funções de sinais básicos de processamento estão disponíveis interativamente selecionando a

===da linha do FOLDER